iPhone 14 começa a ser vendido no Brasil: veja 5 dicas sobre a principal novidade do lançamento da Apple, a tecnologia eSIM

Segurança, agilidade e autonomia são alguns dos benefícios oferecidos pelo Chip universal, que vem incorporado ao smartphone e já está disponível nas principais operadoras do país

Salvador, 23/09/2022 – Nesta sexta-feira (23), começa a venda do iPhone 14 no Brasil, com preços que variam entre R$ 9.499 e R$ 15.499. A grande novidade apresentada pela Apple nesse lançamento foi a adoção da tecnologia de chip universal (eSIM) nos quatro modelos: iPhone 14, IPhone 14 Plus, iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max. Nos Estados Unidos os aparelhos não possuem mais a abandeja para a instalação e troca de chips, enquanto no Brasil, o novo smartphone oferece tanto a tecnologia eSIM, com o chip incorporado ao aparelho, quanto suporte para o chip físico, uma forma de o fabricante lidar com a baixa difusão, até o momento, da tecnologia no país — na Europa e na Ásia é muito comum as pessoas terem o chip universal e trocarem de operadora com frequência em busca de melhores conexões e preços.

“As grandes fabricantes ditam as tendências. Vejo o eSIM como quando a Apple lançou o touch nos smartphones, sendo hoje é um padrão. O chip universal é uma tendência mundial que vem como uma evolução tecnológica que facilita a vida do usuário. Aqui no Brasil está sendo difundida, e as três principais operadoras já têm suporte ao usuário”, afirma Rivaldo Paiva, CEO da Base Mobile, startup que implantou, no Brasil, a tecnologia eSIM nos setores educacional, corporativo e financeiro.

Com o crescimento exponencial da adoção do chip universal no mundo, a previsão divulgada pela Juniper Research (empresa de consultoria e pesquisas de mercado e business intelligence) é que a tecnologia atinja 3,4 bilhões de usuários até 2025.

Mas por que optar pelo chip universal? Como ativá-lo no seu iPhone? Confira cinco dicas sobre como usar essa tecnologia:

1 – Quais são os benefícios do chip universal?

•  Mudar de operadora de forma remota: o eSIM (chip universal, ou chip virtual) permite o uso de mais de uma linha de telefone, sendo possível contratar um pacote de dados, ou mudar de operadora, de forma remota, por meio de um aplicativo ou digitalizando um código QR. Em caso de viagens para lugares em que sua operadora não oferece cobertura, ou para aproveitar pacotes de dados mais baratos que o seu atual, a mudança pode ser realizada quase que instantaneamente e sem sair de casa.

•  Segurança: em caso de roubo ou perda, o fato de o chip estar incorporado ao dispositivo evita su a clonagem e facilitar a localização do aparelho e/ou bloqueio do mesmo, evitando que seus dados sejam usados por terceiros.

•  Menor impacto ambiental: ao evitar a fabricação de cartões, evita-se o uso de recursos naturais e insumos químicos, além de reduzir a geração de resíduos que poderiam ir a aterros sanitários, lixões, ou ser jogados na natureza.

2 – Quais iphones possuem eSIM?

Nem todos os iphones possuem a tecnologia eSIM. Os dispositivos compatíveis são:

•  iPhone 14: 14, Plus, Pro e Pro Max
•  iPhone 13: mini, 13, Pro e Pro Max
•  iPhone 12: mini, 12, Pro e Pro Max
•  iPhone 11: 11, Pro e Pro Max
•  iPhone XS, XS Max e XS XR

3 – Quais operadoras oferecem o chip universal no Brasil?

Claro, Tim e Vivo.

4 – Como ativar o eSIM?

Quem quiser ativar o chip universal – seja no iphone 14, ou nos outros modelos compatíveis – basta ir uma operadora e solicitar a troca para o eSIM. Com a geração de um QRCode, basta fazer a leitura e seguir as instruções que aparecerá na tela. Configurado, você já começa usar o seu chip universal.

5 – iPhones 14 comprados nos EUA funcionarão no Brasil?

Comprar um modelo de iPhone 14 nos Estados Unidos não compromete seu uso no Brasil. A diferença é que os modelos vendidos lá são exclusivamente eSIMs. Nesses casos o processo para ativação do chip é o mesmo para quem comprou no Brasil,

Últimas notícias