IA generativa: oportunidade para as PMEs sem medo de ficar para trás

Por Raúl Lozano, líder de PME na AWS para a América Latina

Salvador, 19/06/2024 – Na era digital em que vivemos, o mundo dos negócios atravessa uma transformação sem precedentes. As tecnologias emergentes estão redefinindo a forma como fazemos negócios, interagimos com nossos clientes e gerenciamos nossas operações. Neste cenário em constante mudança, a inteligência artificial generativa (IA) emergiu como uma força disruptiva, prometendo revolucionar a forma como contamos histórias, automatizamos processos e até tomamos decisões.

Uma pesquisa recente do Gartner revelou que líderes empresariais globais acreditam que a IA generativa é a tecnologia que terá o maior impacto nos seus negócios nos próximos três anos. Ela certamente está no radar de empresas de todos os portes, em todo o mundo. No entanto, a sua adoção pelas PMEs acarreta uma série de considerações importantes. Em primeiro lugar, é essencial compreender o que é exatamente a IA generativa e como pode ser aplicada no contexto empresarial, e especificamente no seu negócio. Da criação de conteúdo ao atendimento ao cliente e otimização de processos, as aplicações oferecem uma ampla gama de possibilidades para melhorar a eficiência e a produtividade.

Antes de mergulharem na implementação da IA ​​generativa, as PME devem realizar uma avaliação completa do retorno do investimento (ROI) e desenvolver um caso de negócios sólido para apoiar a sua adoção. Esta avaliação deve levar em consideração fatores como o custo da tecnologia, o tempo de implementação e os benefícios potenciais para o negócio. Só depois desta análise é que o negócio pode tomar uma decisão informada sobre como integrar a IA generativa nas suas operações.

Uma pesquisa recente encomendada pela AWS à S&P Market Intelligence 451 revelou que as PME latino-americanas altamente movidas por dados obtêm melhores resultados financeiros que seus concorrentes. Estas empresas estão usando ou testando a IA em operações de TI, cibersegurança, marketing, satisfação do cliente, operações, finanças, criação de conteúdo, análise de dados, recursos humanos, departamento jurídico e otimização da cadeia de suprimentos.

Qualquer que seja o caso de uso, outro aspecto crucial a considerar é a qualidade dos dados. A IA generativa depende fortemente de informações de alta qualidade para funcionar de forma eficaz. Por consequência, as PME devem garantir que têm acesso a dados confiáveis ​​e relevantes para alimentar os seus sistemas de IA generativa. Além disso, é fundamental considerar a privacidade e a segurança destes dados, especialmente num mundo onde a proteção de informações sensíveis é uma preocupação crescente, amparada pela legislação.

Uma vez estabelecidas as bases, as PME podem começar a explorar as diferentes aplicações da IA ​​generativa, que são quase ilimitadas. No entanto, é importante lembrar que a implementação bem-sucedida da IA ​​generativa não acontece da noite para o dia. Requer tempo, recursos e uma abordagem estratégica para garantir que seja efetivamente integrado nas operações da empresa.

Além dos aspectos técnicos e operacionais, as PME também precisam ponderar as implicações éticas e legais da IA ​​generativa. Da justiça algorítmica à transparência na utilização de dados, é importante que as empresas adotem uma abordagem responsável no desenvolvimento e implementação desta tecnologia. Isto pode incluir a implementação de políticas internas, bem como a conformidade com regulamentos e normas relevantes, entre elas a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Em resumo, embora a IA generativa ofereça um grande potencial para as PME, a sua adoção é desafiadora. Porém, com uma sólida compreensão da tecnologia, uma abordagem estratégica e um compromisso com a responsabilidade ética, estas empresas podem tirar o máximo partido dos benefícios que ela oferece e posicionar-se para o sucesso na economia digital do século XXI. Em última análise, a chave é abraçar a mudança e ver a IA generativa como uma oportunidade para inovar e crescer num mundo em constante evolução.

Últimas notícias