Guia de Software e Serviços

Após 18 anos, CorelDRAW volta ao mercado Mac

Savador, 20/03/2019 - Um entre os dois principais programas para criação de design gráfico do mercado mundial, o CorelDRAW ganha neste mês de março nova edição que, pela primeira vez em 18 anos, volta a ter versões tanto para Windows quanto para Mac, da Apple. A decisão da empresa canadense é estratégica e faz parte de uma política de expansão em mercados verticais que a levou recentemente a adquirir o controle acionário da Parallels, empresa de software com forte proeminência no universo Apple.

A suíte de programas gráficos, que nos últimos anos vem ganhando ferramentas inteligentes a cada dia mais sofisticadas para facilitar a vida de profissionais de criação, fotógrafos, publicitários e editores, passa a incluir o CorelDRAW.app, aplicativo inédito que leva os programas à nuvem e dá ao usuário a facilidade de utilizar o sistema em qualquer lugar.

“O produto está espetacular”, diz o brasileiro Fernando Soares, que além de Gerente de Produtos da Corel para o Brasil é também um apaixonado de primeira viagem pelo CorelDRAW, que começou a usar ainda nos anos 90, muito antes de sequer sonhar que um dia trabalharia na empresa canadense. “As ferramentas assistidas por inteligência artificial e o APP que permite utilizar a suíte na nuvem vão levar os usuários ao paraíso – e isso vale tanto para a turma do Windows quanto do Mac.”

Segundo o executivo, a decisão de voltar ao mercado Apple faz parte de uma política de expansão da marca, mas não só isso. “É nossa resposta à pressão comunitária”, explica Fernando. “Há uma quantidade notável de usuários de PC que migrou nos últimos anos para Mac, e é dessa comunidade que tem nos chegado um volume expressivo de pedidos para ter o CorelDRAW no MacOS.”

"Como parte das comemorações pelos 30 anos de mercado do CorelDRAW, a equipe de desenvolvimento do produto vem intensificando a criação de soluções para revolucionar o panorama do software de design", diz Gérard Métrailler, vice-presidente executivo de produtos globais da Corel. "A aquisição da Parallels e, agora, o lançamento da suíte CorelDRAW para Mac consolidam nossa posição como fornecedora de software que atende ao profissional de todos os níveis e habilidades, especialidades e plataformas.”

A nova movimentação da Corel no mercado deve levantar poeira no mercado de artes e design gráfico, que vinha vivendo um período de pequenas evoluções incrementais e poucas novidades bombásticas. Atiçar a concorrência, porém, não amedronta a empresa canadense. “Entrar em uma seara dominada por outras marcas, caso do mercado Mac, pode é assustar os concorrentes – afinal, estamos chegando para atender a um chamado dos consumidores”, diz Fernando Soares.

Segundo ele, a Corel tem “um produto pelo menos tão bom quanto a outra solução disponível no mercado e, além disso, oferecemos vantagens que são nossas exclusividades nos ambientes Windows e Mac”. Em destaque entre elas, aponta o executivo, está a liberdade de escolha. O usuário pode optar por comprar ou alugar o produto, segundo o projeto em que esteja envolvido ou sua disponibilidade de caixa. Tanto em uma quanto em outra opção, o preço da suíte CorelDRAW é bem mais convidativo, não passando de R$ 899 (assinatura anual) ou R$ 2.399 (licença vitalícia).

No Brasil, o CorelDRAW 2019 passa a ser comercializado em uma rede nacional com mais de 300 pontos de venda, entre revendedores de produtos de informática, livrarias e lojas de departamento online.

mais recentes · mais antigos

® 2007-2011 TIBAHIA.COM - O portal de tecnologia da Bahia. Todos os Direitos Reservados.